fev 212014

Mulheres vítimas de agressão no RS são informadas sobre medida protetiva sem sair de casa

Artigo 1

Patrícia Lemos/Secom RS – As vítimas de violência doméstica em Porto Alegre são informadas por mensagem no celular, quando as Medidas Protetivas de Urgência são deferidas pelo Poder Judiciário. A Delegacia de Polícia Especializada no Atendimento à Mulher de Porto Alegre criou a ferramenta Deam informa Protetivas. Antes, as vítimas tinham que ir até o Fórum para obter a informação.

Diariamente, um servidor da Deam acessa o Sistema de Consultas Integradas para verificar se as medidas solicitadas foram deferidas pelo Poder Judiciário. “Ao confirmar, de imediato é enviada uma mensagem para o aparelho celular da vítima. Também é repassado o número de telefone da Deam para que ela obtenha outras informações, se for necessário”, explica a titular da Deam e coordenadora das Delegacias da Mulher no Estado, Anita Klein.

Conforme Anita, assim que a Polícia Civil começou a ter acesso ao deferimento das medidas via internet, no final de 2013, essa necessidade foi percebida. “Isso facilita para a vítima e para os servidores, que não precisam mais parar o serviço para atender cada mulher que precise da informação.” Conforme a delegada, o custo da ferramenta é insignificante, visto que é usado um aparelho celular funcional da delegacia e não demanda mais servidores para o trabalho.

A Deam informa Protetivas, nos primeiros 100 dias, já atendeu a 572 vítimas. A ideia é expandir para outras delegacias – inicialmente da região metropolitana e, depois, para o interior do Estado.

Postar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*



Monitoramento CEDAW - Ação Permanente
Endereço: Rua General Andrade Neves, 159, sala 85, 8º andar Centro Histórico, Porto Alegre, RS, CEP: 90010-210