out 142014

Juiz solta um dos presos em flagrante por estupro de adolescente no RS

Artigo 1

G1 RS – Um dos dois suspeitos de estuprar uma menina de 16 anos na noite de domingo (12) em Porto Alegre foi solto nesta terça-feira (14) pela Justiça do Rio Grande do Sul. Segundo o despacho assinado pelo juiz Paulo Augusto Oliveira Irion, da 6ª Vara Criminal da capital, o jovem de 25 anos é réu primário, e que o estupro seria um “fato isolado” em sua vida.

“Verifico se tratar de réu primário, sem antecedentes, a indicar que sua liberdade não colocaria em risco a instrução criminal e a aplicação da lei penal, nada vindo a demonstrar que se ausentaria do distrito da culpa ou que tomaria atitudes que viessem a turbar o feito. Mais, ao que se verifica dos antecedentes, bem assim dos elementos trazidos aos autos até o momento, o fato ora em testilha mostra-se isolado na vida do acusado”, argumenta o magistrado.

O jovem vai aguardar o julgamento do caso em liberdade. Segundo a polícia, ele foi alvo de uma queixa por ameaça na Delegacia da Mulher. O mesmo benefício, no entanto, não foi concedido ao outro suspeito de estupro, de 56 anos. Segundo o magistrado, o homem é reincidente em crimes sexuais – foi condenado em 2010 por atentado violento ao pudor – e ainda atirou contra os policiais durante a prisão em flagrante.

O crime ocorreu após a adolescente de 16 anos ser levada de uma festa até uma área próxima à Usina do Gasômetro por dois homens, na noite de domingo. Moradores de rua que viram a menina ser violentada alertaram a polícia. Ele recebeu alta nesta terça-feira (14) do Hospital Fêmina, onde estava internada desde a madrugada do crime.

Postar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*



Monitoramento CEDAW - Ação Permanente
Endereço: Rua General Andrade Neves, 159, sala 85, 8º andar Centro Histórico, Porto Alegre, RS, CEP: 90010-210