nov 112013

Haddad sanciona lei que institui parto humanizado na rede pública

Artigo 1

 

Folha de S.Paulo – O prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) sancionou o projeto de lei que cria o parto humanizado na rede pública municipal. O texto passa a valer em 180 dias a partir de sábado (9), quando a sanção foi publicada no “Diário Oficial”.

As gestantes atendidas na rede municipal passarão a ter direito a anestesia em parto normal, quando solicitarem, e poderão optar por métodos não farmacológicos de alívio da dor, como massagens e banho quente. Elas poderão ainda saber com antecedência onde darão à luz e escolher o tipo de parto e um acompanhante.

Postar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*



Monitoramento CEDAW - Ação Permanente
Endereço: Rua General Andrade Neves, 159, sala 85, 8º andar Centro Histórico, Porto Alegre, RS, CEP: 90010-210