fev 182014

Brasil investiga tráfico de mulheres para Angola, Portugal, Áustria e África do Sul

Artigo 6

Lusa – A Comissão Parlamentar de Inquérito criada para investigar o tráfico de mulheres no Brasil anunciou hoje que irá investigar o esquema de tráfico de brasileiras para o exterior, que alegadamente envolve dois cidadãos angolanos.

Cinco cidadãos brasileiros e dois angolanos – Bento Santos “Kangamba” e Fernando Vasco Republicano -, são acusados de participar na rede internacional de tráfico que enviava mulheres para Angola, Portugal, África do Sul e Áustria em troca de quantias que iam dos 10 mil dólares (7,2 mil euros) aos 100 mil dólares (72,9 mil euros).

Segundo a acusação, estas mulheres tinham como destino a prostituição no exterior, todavia o advogado de Bento dos Santos “Kangamba”, Paulo Iazs de Morais, está confiante que algumas das supostas vítimas a serem ouvidas “vão dizer que não houve prostituição, mas sim que viajaram para realizar shows”.

No dia 31 de Março irá realizar-se uma audiência sobre o caso e Paulo Iazs de Morais garantiu a sua presença, em representação do seu cliente. “Na audiência vão ser ouvidas testemunhas de acusação e de defesa, e o conteúdo poderá ser utilizado como prova para nós”, esclareceu o advogado, realçando que terá a oportunidade de fazer perguntas como advogado de uma das partes interessadas.

A audiência de Março diz respeito somente ao núcleo brasileiro de acusados, sendo que o processo que envolve cidadãos angolanos será julgado separadamente.

Postar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*



Monitoramento CEDAW - Ação Permanente
Endereço: Rua General Andrade Neves, 159, sala 85, 8º andar Centro Histórico, Porto Alegre, RS, CEP: 90010-210