jan 012015

A cada semana, uma mulher é morta pelo companheiro no RS

artigo cedaw

ZH Notícias – A morte da recepcionista Jenifer Maria Machado Cardoso, 29 anos, assassinada pelo companheiro na manhã desta quinta-feira, na Restinga, Zona Sul da Capital, reforça uma realidade revelada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado: a cada semana, pelo menos uma mulher é morta pelo marido ou ex-companheiro no Rio Grande do Sul.

Dados divulgados pela SSP apontam que 50 crimes desta natureza ocorreram de janeiro a setembro de 2014. O que representa uma queda em relação a 2013, quando, no mesmo período, foram 74 casos. Ao longo de todo 2013, 92 mulheres morreram pelas mãos de seus parceiros, número também menor do que em 2012, quando foram registrados 101 femicídios.

Pela legislação atual, crimes contra mulheres são julgados como crimes comuns, mas um projeto que tramita no Senado pretende incluir o femicídio (ou feminicídio) no Código Penal, conceituado como “forma extrema de violência de gênero que resulta na morte da mulher”, com pena de 12 a 30 anos de prisão. A pena para homicídio comum é de seis a 20 anos, podendo ser agravada por motivo “torpe” ou “fútil”.

Leia a matéria na íntegra aqui. 

Postar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*



Monitoramento CEDAW - Ação Permanente
Endereço: Rua General Andrade Neves, 159, sala 85, 8º andar Centro Histórico, Porto Alegre, RS, CEP: 90010-210